Alunos destacam Encontro de Educação como espaço de troca de informação e aprendizagem

O Encontro de Educação FUNIBER – Brasil 2016 promovido pela Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER) realizado em janeiro, em Florianópolis, foi apontado pelos participantes como um espaço de intercâmbio, discussão e aprendizagem entre profissionais da Educação. Nesta primeira edição, o evento contou com a presença de estudantes dos cursos de mestrado e doutorado da FUNIBER, que vieram de diversas regiões do Brasil. Além de mestrandos e doutorandos, o Encontro também recebeu interessados na área e estudantes de outros cursos com o objetivo de abordar temas inovadores no ensino, buscando estimular, apoiar e sustentar a melhoria da educação no País.

"Este encontro proporcionou muita interatividade. Estive bem à vontade com o grupo. Isso ajudou para que a comunicação entre os participantes acontecesse. Ouvimos muitas experiências e isso foi muito gratificante. O conteúdo transmitido durante o evento também foi satisfatório com as minhas expectativas", destacou a baiana Jamile de Jesus Santos, mestranda em Educação e professora há mais de 16 anos.

Jamile também enfatizou a importância de uma instituição com foco no ensino de pós-graduação, pelo fato de moldar e ampliar o conhecimento dos professores que estão em busca de mais informação para levar aos alunos. O conhecimento obtido no mestrado tem contribuído efetivamente para levar mais saber aos alunos da professora, que utiliza diversas ferramentas tecnológicas no seu cotidiano em sala de aula, como forma de facilitar e alcançar as crianças e adolescentes da escola.

A carioca, Iris Maria de Souza Carvalho, doutoranda em Educação, destacou a necessidade que o Brasil tem de discutir Educação. Ela vê o encontro como uma importante engrenagem que contribui para uma melhor formação dos professores, permitindo a extensão da aprendizagem e também interação entre os estudantes. Iris também ressaltou a importância do ensino a distância como uma ferramenta para melhor gerenciar o tempo do aluno.

"A vantagem do ensino a distância é que você está conectado não apenas com a realidade local, mas mantém conectividade com colegas do mundo inteiro. Isto é possível através do fórum e, por meio desta ferramenta podemos conhecer realidades diferentes – que na verdade são semelhantes – embora cada país tenha sua cultura. E, isso, nem sempre é possível em uma universidade com curso presencial", concluiu Iris.

A catarinense, Graziela Laís Tonet, que faz o Mestrado em Educação, elogiou a troca de experiência entre participantes do evento. "Simplesmente maravilhosa! Não imaginaria que seria tão especial. Realmente a FUNIBER tem uma gama riquíssima de profissionais e alunos. Tenho grande honra de fazer parte deste grupo", disse. A estudante começou o mestrado recentemente, mas já se sente otimista. Ela acredita que através da educação é possível melhorar o mundo e encontros de Educação, como este, ampliam a bagagem profissional. E, pretende, ao retornar a seu local de trabalho, criar encontros com a equipe de profissionais para dividir novos aprendizados.

O Encontro de Educação teve a participação da doutora em Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Marlene Zwierewicz; o mestre em Educação pela Universidade do Sul de Santa Catarina, (UNISUL), Nacim Miguel Francisco; o especialista em Gestão Estratégica de Negócios pela UNIBAVE, Elcio Willemann; e o professor e Diretor da FUNIBER Argentina, Roberto Alvarez, que apresentaram temas sobre práticas transdisciplinares, tecnológica, curricularização e engenharia de projetos. Além da interação ao final de cada conferência, os alunos participaram de oficinas, tutorias presenciais, plantão de dúvidas e exposição de trabalhos. O evento aconteceu de 20 a 22 de janeiro, no Castelmar Hotel.